DestaqueEsportesNotícias

Torcida no estádio só em setembro

Previsão da CBF e Clubes depende da vacinação da população

CBF e clubes já estão estudando a criação de um protocolo para o retorno gradual do público aos estádios de futebol no Brasil. O assunto foi tratado na reunião do Conselho Técnico da Série A do Campeonato Brasileiro, e uma comissão vai montar um projeto viável, dentro das propostas que já veem sendo avaliadas. A previsão otimista dos cartolas para reabrir os portões é em meados de setembro, para o segundo turno do Brasileiro.

Mas tudo vai depender da vacinação da população: se antes de setembro boa parte dos brasileiros já estiver imunizado, pode até haver uma antecipação no projeto. Para isso, porém, CBF e clubes acham importante criar o protocolo e definir se haverá restrição de acesso num primeiro momento. Um documento sobre o retorno do público a ser divulgado nas próximas semanas tem que responder importantes perguntas, na avaliação dos interessados. A ideia inicial é que se libere 30% da capacidade dos estádios e depois aumente gradualmente, mas são remotas as chances que passe dos 50% em 2021.

Abrir os portões dos estádios para o futebol é importante para minimizar o prejuízo dos clubes, que se repetirá em 2021. Em 2020, por exemplo, o Flamengo deixou de ganhar cerca de R$ 100 milhões sem receber torcedores no Maracanã. O Palmeiras teve queda na receita de aproximadamente R$ 75 milhões com os portões do Allianz Parque fechados. A CBF quer cautela no assunto, por isso, foi contra o plano do governo do Distrito Federal de liberar 10% da capacidade do estádio Mané Garrincha — cerca de 7 mil pessoas — na decisão do título da Supercopa entre Flamengo e Palmeiras, dia 11 de abril.

(Tribuna da Bahia)

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo