DestaqueEducaçãoNotíciasPolíticaRegião

Profissionais da educação protestam contra ações da Prefeitura de Cruz das Almas

Nesta segunda-feira, 21, profissionais de educação de Cruz das Almas protestaram contra ações da prefeitura municipal durante a Jornada Pedagógica. A insatisfação dos servidores surgiu após a Prefeitura postergar o pagamento das sobras do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb). Os professores cobram respeito à categoria e usam camisas estampadas com a frase “Nenhum direito a menos”. O primeiro dia da Jornada Pedagógica aconteceu no Centro Municipal de Apoio Pedagógico Claudemiro Dias Pamponet.

De acordo com a Associação dos/as Professores/as Licenciados/as do Brasil (APLB/Cruz das Almas), o protesto foi pacífico e tinha o objetivo “de demonstrar a indignação da categoria pela forma como a Prefeitura decidiu ratear os R$ 417 mil de sobras do Fundeb, e não somente por isso. O pagamento do chamado ‘salário-férias’ e o desconto de todos os consignados de uma só vez bagunçou a vida financeira de diversos profissionais. A Prefeitura agiu de modo intempestivo”, disse o sindicato em nota.

Jornada Pedagógica

Durante a Jornada Pedagógica, o prefeito Ednaldo Ribeiro (Republicanos) afirmou que respeitava o protesto desde que permanecesse pacífico, mas insinuou que as insatisfações eram motivadas por questões políticas/partidárias, desconsiderando as manobras econômicas que prejudicaram os profissionais.

Já o sindicato cobra transparência e explicações acerca dos pagamentos. Conforme a entidade, a Prefeitura não abordou estas questões durante a Jornada.

“O tema da jornada é ‘Um novo olhar para recomeçar’, mas na programação da semana mais uma vez ficaram de fora assuntos importantes, como o Novo Fundeb, Carga Horária, Plano de Carreira, Calendário Letivo, entre outros. É momento de se debruçar sobre temas relevantes para o bom desempenho da rede municipal de ensino, e não em meras discussões por conveniência”, afirma o sindicato.

Resposta da prefeitura

A secretária municipal de Educação, Geisa Novaes, disse, durante a Jornada Pedagógica, que a Prefeitura trabalha pela valorização dos profissionais.

“Trabalhamos pela valorização e garantia dos direitos dos profissionais da educação e dos alunos. Investimos em reformas nas unidades escolares nunca vistas antes na história da cidade. Isso é cuidado com as crianças e responsabilidade com o dinheiro público”, destacou.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

8 + 6 =

Botão Voltar ao topo