DestaqueNotíciasSaúde

Postura ao dormir é fundamental para evitar lesões ou síndromes

Com a ajuda da Terapia Ocupacional, é possível criar rotinas diárias e técnicas de relaxamento, entre outras estratégias, para ajudar a reduzir o estresse e melhorar a qualidade de vida.

O sono desempenha um papel crucial na qualidade de vida das pessoas e impacta em vários aspectos do bem-estar físico e mental. Do ponto de vista postural, manter hábitos saudáveis de sono ajuda a prevenir lesões e síndromes. A privação de sono pode aumentar o risco de acidentes, prejudicar o sistema imunológico e contribuir para condições como a síndrome de fadiga crônica.

Além disso, distúrbios do sono, como a apneia, podem levar a complicações cardiovasculares e metabólicas. É crucial manter um padrão de sono saudável para promover o bem-estar geral. Neste sentido, a Terapia Ocupacional (TO) pode ser benéfica em diversos aspectos.

Cada pessoa tem uma posição preferida, que considera a mais confortável, para dormir. Nem sempre, porém, ela é a mais aquedada.  “A posição ideal para dormir é a de lado, especialmente com os joelhos dobrados, por conta de vários benefícios, como alívio da pressão nas costas, redução do refluxo ácido e  melhora da respiração”, avalia a terapeuta ocupacional Syomara Cristina.

Com auxílio da TO, o paciente faz uma avaliação personalizada, para que o profissional possa entender a rotina diária, padrão de sono e fatores de estresse. Dessa forma, é que são identificadas as áreas que impactam o sono.

“A TO ajuda na criação de rotinas diárias consistentes, incluindo horários de sono regulares, para promover um ciclo saudável de vigília-sono. Além disso, ensinamos técnicas de relaxamento, como respiração profunda e meditação, que ajudam a reduzir o estresse e preparam o corpo e a mente para o sono”.

O ambiente do sono adequado também é muito importante. Ajustes ergonômicos no quarto, como black-out para bloquear a luz, e a escolha de colchões e travesseiros apropriados podem fazer muita diferença. “Na avaliação, o terapeuta ocupacional pode ajudar nestas escolhas, que vão contribuir com uma rotina noturna muito melhor para o paciente”, orienta Syomara.

Confira mais dicas para garantir a qualidade do sono:

– estabeleça horários regulares para dormir e acordar, criando uma rotina que ajude a regular o relógio biológico;

– garanta que o ambiente de sono seja confortável, escuro, silencioso e com uma temperatura agradável;

– evite dispositivos eletrônicos e luz intensa pelo menos uma hora antes de dormir, pois podem interferir na produção de melatonina, que é o hormônio relacionado ao sono;

– mantenha uma rotina de exercícios regular, mas evite atividades intensas muito próximas à hora de dormir;

– identifique e gerencie fatores estressores na vida diária, usando estratégias para lidar com preocupações antes de dormir.

– reduza a ingestão de cafeína e nicotina, além de evitar refeições pesadas antes de dormir;

* Syomara Cristina Szmidziuk – atua há 33 anos como terapeuta ocupacional e tem experiência no tratamento em reabilitação dos membros superiores em pacientes com lesões neuromotoras. Faz atendimentos com  terapia infantil e juvenil,  adultos e terceira idade. Desenvolve trabalhos com os métodos Bobath, Baby Course Reabilitação Neurocognitiva Perfetti, Reabilitação de Membro Superior-Terapia da Mão, Terapia Contenção Induzida (TCI) e Imagética Motora entre outros.

 

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × 2 =

Botão Voltar ao topo