DestaqueNotíciasRegião

Pôr do sol de Cruz das Almas faz sucesso nas redes sociais; veja fotos

Céu alaranjado, com tons de rosa, vermelho e amarelo. Essas são algumas das cores que estão aparecendo nos pores do sol capturados pelas câmeras fotográficas ou de celulares dos moradores de Cruz das Almas. As imagens são postadas em redes sociais e costumam fazer sucesso nesta época do ano, já que são típicas do outono e acontecem devido a uma combinação de fatores como nuvens de chuvas, luz solar, atmosfera, partículas suspensas, dentre outros.

Características do outono

O outono chegou no último dia 20 de março e vai durar até o próximo dia 21 de junho, dando lugar ao inverno. Há quem diga que o outono é a estação mais bonita por causa das cores, das chuvas e das frutas abundantes deste período.

No Hemisfério Sul, o qual está o Brasil, este período é caracterizado pelas quedas de temperaturas e umidade do ar, principalmente mais ao Sul do país.

Já em Cruz das Almas, que está situada no Recôncavo da Bahia, há a presença de nevoeiros, principalmente ao amanhecer, que é consequência da altitude superior a 200 metros acima do nível do mar que o município se encontra.

Flashes e cores

Leonardo Gonçalves/Bahia Recôncavo

Como mencionado acima, uma combinação de fatores permite que internautas capturem imagens coloridas dos pores de sol que acontecem no município. De acordo com o site especializado em clima Tempo.com, este é um fenômeno atmosférico comum da época.

As cores que vemos no céu são resultado da dispersão da luz do sol pelas partículas que compõe a atmosfera. Essa dispersão é seletiva, chamada de espalhamento Rayleigh, variando de acordo com o comprimento de luz incidente. Como as partículas de oxigênio e nitrogênio, as duas principais que compõe a atmosfera, são muito pequenas em comparação com os comprimentos de onda da luz solar, elas espalham com mais eficiência os comprimentos de onda mais curtos, que são as cores azul e roxa.

Quando o sol está no horizonte (nascer ou pôr do sol), os raios solares atravessam um caminho mais longo pela atmosfera e, como as partículas da atmosfera são boas para refletir e dispersar as cores de comprimentos de onda mais curtos, chegam aos nossos olhos as cores de comprimentos de onda mais longos, como o amarelo e vermelho.

Além das partículas que compõe a atmosfera, outras partículas, como poeira e poluição, também podem contribuir nesse processo de espalhamento da luz. Outro elemento que contribui são as nuvens altas do tipo altocumulus e cirrus, que refletem os últimos raios solares do dia.

FONTE: TEMPO.COM

Abaixo confira a seleção de imagens feitas pelo Bahia Recôncavo:

*Com informações dos sites Tempo.com e Jornal DCI Colaborativo.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × 1 =

Botão Voltar ao topo