NotíciasPolícia

Policial acusado de atirar em dançarino no shopping responde por agressão cometida em 2008

Os dois envolvidos na briga ocorrida na tarde desta quarta-feira (24) no Shopping Iguatemi, em Salvador, têm problemas com a Justiça. O policial civil Aderbal Carvalho dos Reis (foto à direita), que atirou na perna do ex-dançarino da banda É Xeque, Patrick Caldeira Brito (foto à esquerda), 26 anos, responde ação civil movida pelo Ministério Público. Ele é acusado de prender e invadir em 2008 a residência de um suspeito de furtar equipamentos de uma empresa de transformadores, mesmo sem possuir mandato, e mantê-lo custodiado e agredi-lo com pauladas e sufocamento. O agente foi candidato a vereador pelo PRTB em Mata de São João no mesmo ano, mas obteve apenas 85 votos e não se elegeu. Já a vítima responde por assédio a uma adolescente. O fato ocorreu em 2007. A briga entre ambos ocorreu depois que Patrick reclamou de um esbarrão do policial. A confusão aconteceu na frente da loja Ricardo Eletro.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo