BrasilNotíciasPolícia

Polícia mineira desconfia que ossada encontrada em janeiro seja de Eliza Samúdio

Na próxima semana um mistério da investigação policial brasileira pode ser desvendado: a morte de Eliza Samúdio, ocorrida em junho de 2010, poderá ser confirmada. Um laudo de DNA informará se a ossada encontrada no dia 30 de janeiro, na cidade de Nova Serrana, em Minas Gerais, é da ex-amante do goleiro Bruno. O delegado da cidade, Rodrinho Noronha, acredita que seria de uma mulher desaparecida e moradora da região, mas, segundo ele, o laudo da perícia descartou esta hipótese. “Percebemos que existia características parecidas com as de Eliza”. Disse.

A ossada foi encontrada em um buraco com cerca de 6 metros de profundidade, em uma propriedade particular perto de uma estrada vicinal, a menos de um 1km da MG-423. Junto com os restos mortais estavam vestes de mulher, sandália rasteira número 37 e um cinto. Outro fator que reforça a hipótese da ossada ser de Eliza é o fato da mulher de Macarrão, um dos apontados como autor do crime e atualmente preso, morar na região.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo