CulturaDestaqueEducaçãoLugares cruzalmensesNotíciasRegião

O PARQUE ECOLÓGICO BOTÂNICO GERALDO PINTO

Você sabia que, além da Mata de Cazuzinha, Cruz das Almas  possui ainda um outro remanescente de Mata Atlântica?

Sim! É o Parque Ecológico Botânico Geraldo Pinto, localizado dentro da área do Centro Nacional de Pesquisa da Mandioca e Fruticultura da Embrapa, na Chapadinha. Com um pouco mais de 1 hectare,  o parque possui nascente,  vegetação secundária em processo de regeneração e é   considerado uma área de preservação permanente. As visitações são monitoradas e acontecem em eventos técnicos,  como um Dia de Campo.

O nome do parque é uma justa  homenagem ao grande botânico baiano, Professor Dr. Geraldo Carlos Pereira Pinto, que muito lutou pela criação de uma área protegida de mata nativa na instituição. Exímio fitotecnista, no ano de 1954 foi classificado em primeiro lugar no concurso público para o quadro de pesquisadores do Ministério da Agricultura, havendo sido lotado no Instituto Agronômico do Leste (IAL), em Cruz das Almas, atual Centro Nacional de Pesquisas em Mandioca e Fruticultura, da EMBRAPA.

Por suas brilhantes credenciais no campo da Botânica, o Prof. Dr. Geraldo Pinto chegou a Presidente da Sociedade Botânica do Brasil, gestão 1955-1956, quando a Escola Agrícola da Bahia em Cruz das Almas hospedou o Congresso Anual daquela Sociedade.

Dentre seus trabalhos de pesquisa, destaca-se sua participação em um programa de melhoramento do dendê e na  identificação de cacaueiros de alta produtividade na zona cacaueira da Bahia, inclusive selecionando indivíduos de produtividade excepcional, que foram repassados à Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira (CEPLAC), quando de sua criação em 1962.

Uma outra curiosidade é que, em 1945, Dr.Geraldo Carlos Pereira Pinto foi nomeado prefeito do Município de Cruz das Almas.

Além das maravilhas da natureza, como a fauna e a flora, veja quantas outras histórias você pode descobrir conhecendo um lugar.

EDISANDRO BARBOSA BINGRE – Poeta, escritor, pesquisador memorialista e criador do site Almanaque Cruzalmense.

Artigos relacionados

Um Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × quatro =

Botão Voltar ao topo