NotíciasPolítica

Metrô: secretário de Wagner rebate informações da Prefeitura de Salvador

Após o secretário municipal de Transportes, José Carlos Aleluia, emitir nota, no último sábado (16), criticando a postura do estado sobre as negociações envolvendo a tarifa do metrô de Salvador e afirmar que os passageiros irão subsidiar o metrô, o secretário da Casa Civil do Estado, também se manifestou por meio de um comunicado e desmentiu as informações passadas por Aleluia.
“É uma falsa polêmica afirmar que o usuário de ônibus vai subsidiar o metrô. Ao contrário, o preço das tarifas será subsidiado pelo governo e o povo vai ter o modelo mais barato, economizando mais de R$ 0.50 por viagem”, afirmou Rui Costa, que criticou o modelo do município. “A proposta da prefeitura de cobrar R$ 1.40 pela tarifa de ônibus e acrescentar a passagem do metrô no bolso da população inviabiliza o sistema. Na nossa proposta, a passagem do ônibus alimentador sairia por R$ 0.95”.

Segundo o secretário estadual o sistema precisa ter um serviço de ônibus alimentadores e seria cobrada uma tarifa única para os usuários do metrô. Quem usar o metrô, terá o direito de viajar nos ônibus, sem pagar mais nada para chegar a sua casa ou ao seu local de trabalho.

Já o secretário do município disse que a Prefeitura apoia a construção do metrô, mas entende que não deve caber ao usuário de ônibus o financiamento da operação metroviária. “Se cedermos à atual proposta do governo do estado de considerando uma tarifa integrada de R$ 2,80, haverá necessidade de aumentar a passagem de ônibus para prejuízo de toda a população”. Informações Bocão News

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo