BrasilNotíciasPolítica

Justiça Eleitoral aponta irregularidades em assinaturas para criação do Rede Sustentabilidade

A Folha de São Paulo desta quinta-feira (22) publica reportagem informando que a Justiça Eleitoral de cinco estados apontaram irregularidades em assinaturas recolhidas para a criação do Rede Sustentabilidade, partido político que a ex-senadora Marina Silva (sem partido) tenta criar para concorrer à Presidência da República em 2014. Um dos exemplos citados ocorreu no Espírito Santo. O juiz eleitoral aponta que uma eleitora analfabeta, que utilizou a impressão digital para votar no pleito de 2012, está na lista das assinantes.

Ainda conforme o magistrado, os apoiadores da pré-candidata ao Palácio do Planalto teriam enganado a mulher. “(A eleitora)sequer sabia que o primeiro nome lançado na lista de apoiadores à Rede, prestava-se à criação de partido, ao contrário, a humilde cidadã pensou que se tratava de recenseamento”, disse. O caso foi encaminhado ao Ministério Público. Em Santa Catarina a Justiça Eleitoral identificou duplicidade de assinaturas. Um dos juízes solicitou apuração da Polícia Federal.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo