NotíciasPolíciaRegião

Homem que mantinha mulher e filha em cárcere privado é preso em Iaçu

Os vizinhos não viam as duas há mais de um ano. Uma denúncia levou os policiais até a localidade.

Um homem acusado de manter em cárcere privado sua esposa e filha foi preso em flagrante, na terça-feira (17), por policiais da Delegacia Territorial (DT) de Iaçu. Uma denúncia levou os agentes até a casa onde realizaram o cumprimento de mandado de busca e apreensão. O imóvel era inapropriado para convivência em família. A ação contou com o apoio da Polícia Militar.

“Ao entrar no local, percebemos, também, que o autor residia no mesmo terreno, mas em uma “casinha” ao fundo do imóvel, fora da casa, e que ele mantinha consigo a chave do cadeado da residência, trancando esposa e filha por fora. Além disso, verificamos que o imóvel era inadequada para a convivência em família, sobretudo para a assistência com a filha que aparenta ter algum tipo de doença mental”, explicou o delegado titular de Iaçu, Thiago Costa.

O local não tinha móveis, apenas um sofá, uma cama e uns alimentos básicos guardados embaixo de uma lona preta. “A mulher estava em visível estado de depressão, sem responder direito as perguntas que lhes eram feitas e sem explicar o motivo pelo qual o casal não levava a filha ao médico há mais de três anos. Os vizinhos informaram que a esposa e a filha do autor não saíam de dentro de casa há muito tempo”, relatou o delegado.

O homem foi preso em flagrante pelos crimes de maus tratos e cárcere privado, e está à disposição do Poder Judiciário. Também foi cumprido um mandado de busca e apreensão no estabelecimento comercial do autor, onde foi encontrado um rifle. Já a mulher e filha foram encaminhadas para o hospital da cidade, onde estão recebendo auxílio médico e psicológico. Também foram acionados os Centros de Atenção Psicossocial (Caps) e de Referência Especializado de Assistência Social (Creas), daquele município, para acompanhamento das vítimas.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezessete − nove =

Botão Voltar ao topo