BrasilCOVID-19DestaqueNotíciasPolíticaRegiãoSaúde

Governadores do NE se reúnem para discutirem sobre a Sputnik V

Na oportunidade, foram combinados os detalhes da aquisição pelo Fundo Soberano Russo

Após a aprovação da vacina Sputnik V pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), governadores do Nordeste e da Amazônia Legal, se reuniram para debater os últimos detalhes da compra e importância do imunizante russo. 

Estiveram presentes na reunião, os governadores Rui Costa (PT-BA), Camilo Santana (PT-CE), Helder Barbalho (MDB-PA), João Azevêdo (PT-PB), Mauro Mendes (DEM-MT), Renan Filho (MDB-AL) e Wellington Dias (PT-PI). Na oportunidade, foram combinados os detalhes da aquisição pelo Fundo Soberano Russo.

“Reiteremos a determinação de obter mais vacinas para as populações das nossas regiões, em nome das nossas causas principais: vida e saúde. Com a ampliação das vacinas, o Brasil poderá superar a conjuntura de sofrimentos familiares, crise econômica e desemprego”, declararam os consórcios do Nordeste e da Amazônia Legal, em carta conjunta após a reunião.

As vacinas Sputnik V e Covaxin, da Índia, foram aprovadas para importação e uso nesta sexta-feira (4) pela Anvisa com algumas ressalvas, entre elas, a destinação de apenas 1% para o Brasil. A agência argumentou que os dois imunizantes preenchiam os pré-requisitos básicos para permissão de importação, mas ainda faltavam documentos a serem apresentados.

“A aprovação da vacina Sputnik pela Anvisa foi importante porque é mais um passo necessário no sentido de ampliarmos a quantidade de vacinas. Já estamos vacinando com a Coronavac, a AstraZeneca e, mais recentemente, com imunizantes da Pfizer. Nos próximos dias, chegarão vacinas novas da Janssen e, se estas forem adicionadas às vacinas Sputnik – agora com a aprovação da Anvisa – a gente terá condição de imunizar o nosso povo o quanto antes”, declarou Renan Filho, por meio de nota após a reunião.

Fonte: Tribuna da Bahia

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × 1 =

Botão Voltar ao topo