NotíciasPolítica

Governador coloca em cheque permanência de Almiro Sena no cargo

O governador Jaques Wagner (PT) deixou transparecer que o secretário estadual de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos, Almiro Sena (PRB), não terá vida longa no cargo depois de estourar na semana passada as denúncias de assédio sexual a quatro servidoras do órgão. “Eu não sou obrigado a esperar até o final da investigação. Há um desconforto. Se ele não renunciar, então, eventualmente, eu tenho que dizer que é melhor sair porque fica desconfortável”, declarou o petista na manhã desta terça-feira (3) durante a inauguração do novo viaduto da capital baiana. O Ministério Público da Bahia (MP-BA) já confirmou a abertura de inquérito para apurar o caso. Foto reprodução

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × três =

Botão Voltar ao topo