DestaqueNotíciasPolíticaRegião

EXCLUSIVO: Prefeitura e governo do estado divergem sobre local de instalação de UTIs em Cruz das Almas

Uma disputa entre PMDB e PT é travada nos bastidores políticos neste primeiros dias de janeiro. O motivo é o local onde funcionará os leitos de UTI. A Prefeitura luta para reinstalar os equipamentos no IPER (Instituto de Pediatria do Recôncavo), enquanto o governo do estado estuda colocá-los nas dependências do Hospital Nossa Senhora ado Bonsucesso.

O secretário municipal de Saúde, André Eloy, participou, na semana passada, em Salvador, de uma reunião com o superintendente da Secretaria Estadual de Saúde (SESAB), Andrés Castro Alonso Filho, para discutir o futuro dos leitos de UTI no município.

Cruz das Almas ganhou 10 leitos de UTI em novembro de 2009. Os equipamentos nunca funcionaram em sua totalidade. No último dia 28 de dezembro o descredenciamento dos serviços foi publicado no Diário Oficial do Estado.

O recurso foi estadualizado. São quase R$ 1 milhão mensais para manutenção dos leitos. O secretário municipal não pretende polemizar sobre o assunto. “Acho que a PMI e a Santa Casa têm problemas mais urgentes para resolver e o IPER possui todas as condições para receber o equipamento”, disse Eloy.

Sobre o repasse mensal da Prefeitura à PMI, atual responsável pela administração da Santa Casa de Misericórdia, André Eloy informou que pretende pagar pelos serviços prestados e não “pelo teto”. O valor atual é de R$ 284 mil por mês. A subvenção de R$ 60 mil precisa de aprovação da Câmara de Vereadores, que retorna do recesso apenas em fevereiro.

Nossa reportagem entrou em contato com a assessoria de imprensa da SESAB mas não conseguiu obter nenhuma informação nova sobre o assunto.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezenove − doze =

Botão Voltar ao topo