CulturaDestaqueNotícias

Especial 124 anos de Cruz das Almas: Lions Clubs

Fechando a série especial de textos no mês de julho sobre o aniversário do município, o Bahia Recôncavo entrevistou membros da Lions Clube de Cruz das Almas; confira

Como relevante motivador nas causas sociais, a Lions Clube, uma Organização não governamental, foi fundada internacionalmente em outubro de 1917 pelo Sr. Melvin Jones. Já na cidade de Cruz das Almas, foi fundada em 7 de setembro de 1964 e constituída a sede em 15 de novembro do mesmo ano.

O atual presidente da Lions em Cruz das Almas, Hiram Almeida Rocha, fala da ligação da história do clube com a história da cidade, a construção do Lar dos Idosos e intervenções em importantes áreas da cidade, como a Santa Casa de Misericórdia, e o passo inicial para construção da Biblioteca Municipal, na qual conta com uma sala em homenagem ao clube.

Hiram Almeida Rocha/arquivo pessoal

Como principal trabalho da organização e uma conquista dos sócios fundadores, O Lar dos Idosos é mantido pelo grupo, considerada pelos membros como atividade fixa. Segundo Hiram, possui mais de 50 internos, “atendidos com todo carinho e amor que eles merecem”. Esse projeto faz parte de todo contexto social da cidade de Cruz das Almas.

Lar dos Idosos de Cruz das Almas/Lions Club

Além disso, a organização realiza campanhas de doação de alimentos, campanha no Dia das Crianças e no Natal, além de demandas que porventura venham acontecer na sociedade. A Lions conta com doações das pessoas, que podem também visitar o abrigo, conhecer mais sobre o trabalho realizado e participar como convidado em um primeiro momento nas campanhas. Os associados são contribuintes do movimento, existem cotas para sócios, cotas para clubes, cotas para distritos e assim a organização se mantem e financia campanhas nos mais de 200 países que se faz presente.

Biblioteca Municipal de Cruz das Almas/Anaize Rodrigues

O sócio Cristiano José Araújo Fonseca relata sua trajetória: “Participo desde os meus 15 anos através do Leo Clube de Cruz das Almas e depois ingressei no Lions, onde me orgulho de fazer parte até hoje.” Ele enfatiza a importância da organização na cidade, que tem vários serviços prestados à população, seja em campanhas de educação ambiental, orientação no trânsito, doação de alimentos aos mais carentes, doação de agasalhos, doações de sopa para moradores de rua. 

Cristiano José Araújo/arquivo pessoal

“Tenho orgulho de ser leão e prestar vários serviços a minha comunidade”, conclui.

Por Anaize Rodrigues

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo