DestaqueEducaçãoNotíciasPolíticaRegião

Em reunião, professores da rede municipal decidem ocupar Prefeitura de Cruz das Almas para cobrar rateio das sobras do Fundeb

Os profissionais se reuniram na Câmara de Vereadores nesta sexta-feira

Professores efetivos da rede municipal de ensino de Cruz das Almas participaram de uma assembleia geral na Câmara de Vereadores do município nesta sexta-feira, 07. O evento, que foi organizado pela Associação dos/as Professores/as Licenciados/as do Brasil (APLB), contou também com a presença de vereadores de oposição. O objetivo do encontro era a articulação de cobranças sobre o pagamento imediato de sobras do Fundeb 70% (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica). No dia 31 de dezembro, os profissionais de educação realizaram “apitaço” no Centro da cidade.

De acordo com a APLB, a Lei 14.276 garante que as sobras do Fundo sejam rateadas aos professores. No entanto, até o momento, a Prefeitura de Cruz das Almas não garantiu o rateio. No dia 31 de dezembro, antes do “apitaço” em frente ao Paço Municipal, o prefeito Ednaldo Ribeiro (Republicanos) garantiu que haveria distribuição das sobras, mas precisava de respaldo jurídico e contábil.

Ocupação

Ficou decidido na assembleia que, caso Ednaldo Ribeiro não dê uma resposta concreta sobre o rateio, haverá uma ocupação dos espaços da prefeitura pelos professores. A medida tem o objetivo de pressionar o governo em ser mais transparente com o montante disponível.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × dois =

Botão Voltar ao topo