EsportesNotícias

EC Bahia: Dabove faz um mês e ainda busca time ideal

Exatamente há um mês atrás, no dia 21 de agosto, Diego Dabove desembarcava em Salvador para acompanhar Bahia e Grêmio das tribunas. Portanto, o ‘mister’ completa um mês no comando do Tricolor, marcado por melhoria de desempenho, mas ainda com resultados distantes dos necessários. O Esquadrão ainda ocupa a 15ª posição, com 23 pontos – um a mais do que o Grêmio, primeiro do Z-4 e com dois jogos a menos.

O argentino estreou uma semana depois contra o Fluminense perdendo por 2 a 0, no Maracanã. Depois, quebrou o jejum de oito jogos sem vencer ao bater o Fortaleza por 4 a 2, em Pituaçu. Agora, emplacou dois empates, contra Santos na Vila Belmiro, e RB Bragantino, na Arena Fonte Nova.

Se tem algo que pode se destacar desses duelos é que Diego Dabove é, para a infelicidade do cronista esportivo, um estrategista inesperado.

Na sua estreia, quando todos esperavam mudanças, mandou ao campo o mesmo time que Dado Cavalcanti costumava escalar. Na semana seguinte, no triunfo sobre o Fortaleza – que encerrou um jejum de oito jogos do Esquadrão sem vencer – escalou o time com dois centroavantes, contra o Santos, e com o sempre criticado Lucas Araújo – mas que atuou bem. Apesar do bom primeiro tempo, e quando todos esperavam que repetisse a escalação para enfrentar o RB Bragantino, ‘sacou’ Gilberto e repromoveu Daniel entre os titulares sem que nada indicasse essa possibilidade.

Queridinho

Não é difícil apontar quem mais chamou atenção desde a chegada do novo comandante. Hugo Rodallega assumiu a posição de titular a partir do segundo jogo, por conta de uma suspensão de Gilberto pelo terceiro cartão amarelo, e não saiu mais. Pelos pés do colombiano saíram os cinco gols tricolores vistos por Dabove – com direito a quatro deles em uma mesma partida e o outro um golaço de meia bicicleta na rodada passada.

Nenhum outro atleta tem sido tão essencial quanto Rodallega nesse início de empreitada do ‘mister’. O desempenho não chamou atenção só por aqui, e não por acaso a torcida colombiana tem requisitado o retorno do atacante à seleção de Reinaldo Rueda. A última vez que atuou pela Colômbia foi há mais de 10 anos.

Diego Dabove e Hugo Rodallega agora ganham mais uma semana livre para treinar. O próximo compromisso é contra o Internacional, pela 22ª rodada do Brasileirão. Germán Conti está de volta após cumprir suspensão. Rossi e Índio Ramirez podem estar disponíveis, tudo dependerá da recuperação de suas lesões ao longo da semana. Fonte: A Tarde Foto: Felipe Oliveira/Bahia

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo