CulturaDestaqueNotíciasRegião

Dona Nicinha do Samba morre aos 72 anos

A sambadeira teve a sua história contada em produções audiovisuais e literárias

A sambadeira, símbolo da cultura baiana, Dona Nicinha do Samba, morreu na manhã desta quinta-feira, 17, aos 72 anos de idade. A causa do óbito não foi informada.

Nascida e criada na cidade de Santo Amaro da Purificação, no Recôncavo baiano, Maria Eunice Martins Luz, mundialmente conhecida como Nicinha do Samba, será lembrada como uma personagem importante, sobretudo quando o assunto é samba de roda. 

Fundadora do grupo Nicinha Raiz de Santo Amaro, Dona Nicinha teve a sua história contada ainda em vida, em produções audiovisuais e literárias, “O mundo aos pés de Nicinha”, disponível no YouTube e o livro “Menina Nicinha”, escrito por sua neta Evelyn Sacramento.

Em nota, a Secretaria de Cultura do Estado (Secult), lamenta a morte de Dona Nicinha e ressalta sua importância e legado. 

“A Bahia, o Brasil e o mundo, mas sobretudo os moradores de Santo Amaro da Purificação, perdem uma de suas memórias vivas, a manifestação da alegria e do samba de roda em pessoa. Dona Nicinha do Samba é, e sempre será, esse símbolo de força da mulher aliada à destreza e gingado do seu corpo”. 

Fonte: A Tarde

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois × 5 =

Botão Voltar ao topo