DestaqueNotíciasPolíciaRegião

Desaparecimento de ‘Buru’ completa sete meses dia 05

Próximo dia 05 completa sete meses que Claudionor da Silva, conhecido como “Buru”, 63 anos, trabalhador autônomo e morador de Cruz das Almas, desapareceu após uma viagem de lazer a Petrolina, em Pernambuco. Ele estava ao lado de um amigo, representante comercial, quando foi visto pela última vez em 05 de setembro.

O Bahia Recôncavo conversou nesta terça-feira (25) com Claudionor da Silva Júnior, “Pé de Meia”, um dos três filhos de “Buru”. Segundo ele, logo depois do desaparecimento a família chegou a viajar para Petrolina atrás do pai e recebeu diversas pistas sobre o paradeiro, mas nenhuma levou ao idoso. “Meu irmão chegou a ficar 15 dias lá [Petrolina], fomos às rádios, IML, hospitais e órgãos públicos, mas não conseguimos [encontrar]”, falou.

“Pé de Meia” conta ainda que no final do ano passado a família foi informada sobre a presença dele numa cidade chamada Tapera, também em Pernambuco. “Um fazendeiro garante tê-lo visto por lá”, afirma. “Mas ele [fazendeiro] não sabia que meu pai era procurado. Segundo ele, toda hora meu pai pedia para levá-lo à Rua da Estação”, endereço onde “Buru” reside em Cruz das Almas. “Mas não citava a cidade”, completou.

“Em 2014 ficamos sem informação. Os custos das diversas viagens também têm pesado”, acrescenta o filho. “Mas neste final de semana meu irmão pretende voltar para fazer buscas nas fazendas da região”, revelou o filho. A família recebeu informação que o pai pode ser um dos trabalhadores das propriedades que produzem frutas na região do Vale do São Francisco.

Ainda conforme o filho, “Buru” sacou, no dia anterior à viagem, uma quantia do PIS/PASEP. “Ele não tem conta no banco. Não tem como rastrearmos possíveis movimentações [bancárias]”, lamentou.

Júnior garante que as buscas pelo pai continuarão. “Até termos informações”. Qualquer notícia, a família pede para ligar nos telefones (87) 8872-9211, (75) 8153-3921 ou (75) 9114-5673. Reportagem: Maurício Medeiros / Foto reprodução

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo