DestaqueEsportesNotícias

Depois de ‘férias’ Bahia retorna a campo e só empata com Vitória da Conquista

Na estreia da segunda fase do Campeonato Baiano, Bahia e Vitória da Conquista empataram em 1 x 1, no estádio Lomanto Júnior, nesta tarde de domingo. Os gols do confronto foram marcados por Alessandro Azevedo e Fahel, ambos no segundo tempo. Na próxima rodada, o tricolor da capital baiana vai encarar a Juazeirense, no Pituaçu, dia 24, às 16h. Já o Bode terá como adversário o Botafogo-BA.
Cheio de emoções, primeiro tempo termina zerado em Conquista

Assim como esperado, o primeiro tempo de confronto entre tricolores e alviverdes foi emocionante e logo aos oito minutos os mandantes assustaram. Após receber passe de Carlos Alberto na marca do pênalti, o lateral Raul bateu com força, sem chances para Marcelo Lomba. Contudo, o bandeira anotou o impedimento. No detalhe do lance, o jogador do Conquista estava em posição legal.

Cinco minutos depois, o Bode chegou com perigo novamente. Mica recebeu a bola no lado direito e arriscou um chute de longe, obrigando o arqueiro baiano a intervir mais uma vez no duelo.

Pouco tempo após esse lance, o Conquista apareceu bem ao ataque aos 22. Em cobrança de escanteio da direita, o zagueiro Everton apareceu como homem surpresa na primeira trave e desviou de cabeça, exigindo outra grande defesa de Lomba.

A resposta dos visitantes aconteceu aos 26. Depois de um levantamento na área de Hélder, o rápido Adriano testou firme, na trave de Alex. No rebote, a redonda sobrou nos pés de Obina que, de bicicleta, por pouco não fez um gol de placa.

Melhor em campo, o Bode ficou perto de abrir o marcador aos 33. Depois de lindo cruzamento de Emílio, a bola foi na cabeça de Carlos Alberto, que colocou testou com força, na trave de Lomba.

Sem jogar bem, tricolor empata em lance polêmico

Empurrado pela torcida, o Conquista partiu para cima do tricolor e tirou o zero do placar logo aos cinco minutos da etapa final. Alessandro Azevedo cobrou escanteio no meio da confusão, mas a bola sobrou para ele novamente no rebote. Com muita categoria, o jogador chutou rasteiro, para o fundo das redes de Lomba, atrapalhado por seu sistema defensivo.

Poucos minutos depois, o Bode teve a chance de ampliar o marcador. Após uma saída errada da defesa tricolor, o centroavante Carlos Alberto arriscou de longe, tirando tinta da trave de Marcelo Lomba.

Mesmo sem apresentar um grande futebol, o Bahia chegou ao empate aos 28. O volante Fahel, em sua principal característica, aproveitou cruzamento do lateral-direito Neto, da esquerda, e desviou de cabeça para o fundo das redes. Revoltados, os jogadores do Bode reclamaram bastante do árbitro Arilson Bispo, que não marcou uma falta do jogador tricolor no lance.

A partir daí, o duelo ficou bastante equilibrado e terminou empatado, para a decepção das duas torcidas que compareceram ao Lomantão. Informações Bahia Notícias

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo