DestaqueNotícias

Delegado que investigava laranjal do PSL em Minas pede para sair do caso

O delegado que coordena as investigações sobre candidaturas laranjas do PSL em Minas Gerais informou à Polícia Federal (PF) que vai deixar todas as apurações derivadas da denúncia inicial, inclusive a que investiga a suspeita de caixa dois na campanha do hoje ministro Marcelo Álvaro Antônio (Turismo), de acordo com a coluna Painel, da Folha, publicada hoje (25).

O policial, que não teve o nome divulgado, teria pedido transferência para a área administrativa da corporação.

Conforme as investigações, ele teria sido gravado de forma oculta por advogados e os áudios foram usados em um vídeo que circulou nas redes, acusando-o de ser “comunista”.

Por: Metro1

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo