NegóciosNotíciasPolíticaRegião

Consórcio inicia obras na Ponte Salvador-Itaparica em breve

Em 16 de dezembro de 2021 foi protocolado o pedido de autorização para dar início às obras no Consórcio da Ponte Salvador-Itaparica, sendo o primeiro registro documental da travessia junto à prefeitura da capital baiana. Foram duas empresas chinesas que ganharam a concessão: China Railway 20th Bureau Group Corporation (CRCC20) e China Communications Construction Company Limited (CCCCLTD), que são considerados os maiores grupos nos seguimentos de construção e infraestrutura do mundo.

O superintendente da Secretaria de Infraestrutura (Seinfra), Saulo Pontes, informou que a Procuradoria-Geral do Estado (PGE) já fez o reequilíbrio econômico-financeiro dos contratos e apontou que os estudos ambientais já foram concluídos. Segundo Pontes, o atraso nas obras foi devido ao considerável aumento dos insumos, como aço e cimento. Esse aumento impactou visivelmente no valor da obra, antes avaliada em R$5,4 bilhões, com o aporte do Estado em R$1,5 bilhão, e agora passará  para R$9 bilhões. A expectativa é de que as obras comecem o mais rápido possível, ainda no primeiro semestre de 2022 com previsão de entrega para 2025.

Idealizada em 1990, mas anunciada apenas em março de 2009, a ponte Salvador-Itaparica será constituída por duas partes: a ponte principal ligada à ponte estaiada, com dois mastros de 203M, e a ponte de aproximação que é constituída por pilares simples, de 50 a 70M, e os tabuleiros de sustentação com 26,4M de largura. Serão 12,4Km de extensão com 30M de largura divididos em 6 faixas de rodagem nos dois sentidos de circulação, com o limite de velocidade em 80Km/h e está inclusa no Sistema Viário do Oeste (SVO). que também contempla a implantação dos acessos ao equipamento em Salvador por túneis e viadutos, e em Vera Cruz, com a ligação à BA-001, junto à nova rodovia expressa e a interligação à Ponte do Funil. Esse trecho irá beneficiar 10 milhões de pessoas em 250 municípios das regiões este, Sudoeste, Sul e Extremo Sul, pois irá encurtar tempo e deslocamento em cerca de 100Km. 

Fonte: Revista OE

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

15 − 13 =

Botão Voltar ao topo