DestaqueNotíciasOutros

Bom seria se todos os dias fossem o ‘Dia das Mães’

Bom seria se todos os dias fossem o “Dia das Mães”,
Se os filhos acordassem sensíveis a uma tamanha gratidão,
Se os corações de todos fossem presenteáveis,
Se o amor por todas elas fosse coberto de obediência, respeito, carinho e cuidados.

Ah, bom seria se todos os dias fossem o “Dia das Mães”, se os filhos ouvissem seus conselhos como ouve o melhor amigo, se eles a tratassem realmente todos os dias como uma joia de grande valor, e pensassem bem antes de lhe responder indevidamente.

Bom seria se todos os dias fossem o “Dia das Mães”, e os filhos não as abandonassem depois que crescessem ou constituíssem suas próprias famílias, nem as rejeitassem pelas consequências da idade que o tempo traz.

Bom seria, sim, se todos os dias fossem o “Dia das Mães”, e a gente pudesse florir a vida dela como florimos hoje, e dizer a cada amanhecer sem ser preciso tantas festas aparentes… “mãe, eu amo você”… bom seria… se todos os dias fosse mesmo o Dia das Mães.

Por Cecilia Sfalsin

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × dois =

Botão Voltar ao topo