NotíciasPolícia

Babá pula do 3º andar de prédio no Imbuí e acusa patroa de cárcere privado

Uma babá pulou do 3º andar de um prédio residencial, no bairro do Imbuí, em Salvador, na manhã desta quarta-feira, 25. Ela alega que era mantida em cárcere privado pela patroa. O caso ocorreu na rua João José Rescala.

Na ocasião, os policiais militares da 39ª Companhia Independente da Políica MIlitar (39ª CIPM) foram acionados por conta de denúncia de agressão a uma criança, visto que a patroa acusou a babá de ter agredido a sua filha.

Contudo, a babá, em contrapartida, acusou a patroa de cárcere privado e informou que “para escapar foi necessário pular do terceiro andar do prédio”, afirma a PM, por meio de nota.

De acordo com a 9ª Delegacia Territorial (DT/Boca do Rio), a funcionária começou a trabalhar no local há oito dias, mas havia comunicado para a patroa que deixaria o emprego. Aos policiais, ela relatou ter sofrido agressões e ter sido confinada em um cômodo da casa.

A jovem também afirmou que obteve o seu celular retido pela patroa, impossibilitando que ela se comunicasse para comentar o ocorrido. Após o pulo, a mulher foi socorrida por uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para o Hospital Geral do Estado.

Informações preliminares apontam que a babá tem 25 anos e sofreu fraturas e hematomas após se jogar do prédio. Ela é natural da cidade de Itanagra, no litoral norte baiano, e trabalhava no residencial como empregada doméstica e babá de três crianças.

Os envolvidos foram encaminhados, em seguida, para a Delegacia Especializada de Repressão a Crime contra Criança e Adolescente (Derca) para o registro da ocorrência. A 9ª DT irá investigar o caso e informou que  mais detalhes não estão sendo divulgados para não prejudicar as investigações.

Fonte: A Tarde

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro − 2 =

Botão Voltar ao topo