SaúdeViagem

AstraZeneca é a vacina mais aceita em viagens internacionais

Com 3,7 bilhões de doses de vacina administradas em todo o mundo, muitas pessoas estão ansiosas para fazer as malas para uma viagem ao Exterior. No entanto, é preciso estar atento a quais imunizantes são aceitos ou não nos diferentes países.

Segundo o The Economist, a vacina da AstraZeneca é a mais aceita mundialmente, com cerca de 119 países reconhecendo-a para viagens internacionais. Em seguida vem a da Pfizer-Biontech, aceita por aproximadamente 90 destinos. A Sputnik V vem em terceiro lugar, sendo permitida por um pouco mais de 60 países.

A dose da Sinopharm vem depois (entre 30 e 60 países), seguida pela Moderna (também entre 30 e 60), Johnson & Johnson (Janssen), aceita por pelo menos 45 governos, Covishield (um pouco mais de 30), Sinovac (parceira da Coronavac) por cerca de 30 países, e, por último, a Covaxin e a CanSinoBio, com ambas sendo reconhecidas por menos de 30 locais.

Este mês, a União Europeia, por exemplo, disse que não iria admitir viajantes vacinados com a Covishield (embora seja idêntica à da AstraZeneca que é usada na UE), pois ela não foi aprovada pelo regulador de medicamentos. Já o governo da Índia, onde a vacina é fabricada, ameaçou retaliar. A política também pode afetar destinatários Covishield em outras partes do mundo: 5 milhões de doses foram entregues na Grã-Bretanha.

Existem exceções

A França, por exemplo, apesar de fazer parte da União Europeia, aceita visitantes imunizados com a vacina Covishield produzida no Brasil pela Fiocruz.

A vacina AstraZeneca é a mais amplamente aceita e também a mais usada e aprovada pela Organização Mundial de Saúde (junto com a Pfizer-BioNTech, Moderna, Johnson & Johnson e duas vacinas chinesas). Em contraste, a CanSinoBio, da China é reconhecida por poucos governos.

Fonte: Panrotas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

20 − 1 =

Botão Voltar ao topo