COVID-19DestaqueEducaçãoNotíciasRegiãoSaúde

APLB de Cruz das Almas pede revisão no retorno das aulas após aumento de casos de Covid-19

Entidade se diz preocupada com o avanço da doença.

A Associação dos/as Professores/as Licenciados/as do Brasil (APLB/Cruz das Almas) divulgou nota nas redes sociais manifestando preocupação com o aumento de casos de Covid-19 no município na semana de retorno às aulas. No texto, a entidade de classe pede que um rígido protocolo de biossegurança seja cumprido nas unidades escolares e que a Prefeitura de Cruz das Almas reconsidere a volta às aulas. O retorno dos alunos aconteceu nesta terça-feira, 5.

De acordo com a APLB, não só o número de casos de Covid-19 aumentou, mas também a quantidade de síndromes gripais.

“Isso está ocorrendo devido a diversos fatores, incluindo a mudança climática para o inverno, período mais frio e chuvoso em nossa região”, explica.

Ainda conforme o comunicado, a entidade pede que o retorno às aulas seja revisto, bem como o protocolo de biossegurança seja seguido.

“Solicitamos que a Secretaria de Educação e Secretaria de Saúde adotem a rigidez necessária para o cumprimento do Protocolo de Biossegurança nas unidades escolares, e revejam o retorno das aulas presenciais neste momento”, pede.

O último boletim epidemiológico, que foi divulgado pela Prefeitura de Cruz das Almas no início da noite de segunda-feira, 4, mostra 289 casos ativos de Covid-19 e dois pacientes internados devido às complicações da doença. Já as aulas presenciais na rede municipal de ensino retornaram na manhã desta terça-feira, 5.

Confira abaixo o comunicado na íntegra:

Nós, da APLB-Sindicato, Cruz das Almas, e Sindicato dos Servidores Municipais Cruzalmenses, SINDSEMC, manifestamos preocupações quanto ao aumento de casos de sintomas gripais em nosso município, juntamente com novas confirmações de COVID-19 com suas variantes mais infecciosas. Isso está ocorrendo devido a diversos fatores, incluindo a mudança climática para o inverno, período mais frio e chuvoso em nossa região. Solicitamos que a Secretaria de Educação e Secretaria de Saúde adotem a rigidez necessária para o cumprimento do Protocolo de Biossegurança nas unidades escolares, e revejam o retorno das aulas presenciais neste momento. É evidente que uma parcela substancial da população já teve contato com Coronavírus e demais surtos de gripe, como também é evidente que parte da população já foi vacinada, o que acarretou em redução da mortalidade entre os infectados. Portanto, é extremamente necessário continuar vacinando a maior quantidade possível de pessoas, incluindo as crianças, já que está comprovado a eficácia e segurança das vacinas. Nossa luta é pela vida de todos e todas.

Cruz das Almas, 04 de Julho de 2022.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

8 − dois =

Botão Voltar ao topo