BrasilNotíciasPolítica

Aos 96 anos, morre em Minas Gerais o prefeito mais velho do Brasil

Aos 96 anos, morreu neste domingo (5) o prefeito mais velho do Brasil. José Braz (PP) governava a cidade de Muriaé (MG), a 314 km de distância de distância de Belo Horizonte. Segundo comunicado oficial da prefeitura. ele teve um mal súbito e não resistiu ao ser levado para o hospital.

O empresário do ramo de transportes e veículos faria 97 anos em outubro e estava no terceiro mandato como chefe do executivo da cidade de 110 mil habitantes. Nas eleições de 2018, obteve 42,80% dos votos, depois de ocupar o cargo entre os anos de 2005 e 2012.

No site da prefeitura, um comunicado salienta que a cidade está de luto e que o maior legado do ex-prefeito foi “trabalhar sempre”. José Braz tinha um perfil no Instagram, com 11 mil seguidores, em que relatava parte da sua rotina. A última postagem sobre os trabalhos na prefeitura foi na quarta-feira (1º), em reunião com a secretaria municipal de obras.

O falecimento do político foi lembrado pelo governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), em sua rede social. Os dois se encontraram no final do mês passado, quando Zema cumpriu agenda na cidade. Segundo o governador, Braz “foi um dos responsáveis pelo desenvolvimento do nosso Estado”.
O corpo de José Braz está sendo velado hoje, e o enterro vai ser amanhã, no Cemitério Municipal de Muriaé, às 10h, no Centro da cidade.

CONCESSIONÁRIAS

José Braz era casado com Lédia Braz, ainda viva, há 74 anos, com quem teve três filhos, um deles falecido. Ele deixa também nove netos e 21 bisnetos. Um dos filhos, Braulio Braz, é deputado estadual há quatro mandatos e presidente do PTB no estado. E um dos netos é o empresário e senador suplente em Minas Gerais Renzo Braz (PP). Ele repostou em sua rede social a mensagem de despedida do perfil de José Braz.

Ao UOL, ele disse que o patriarca da família sempre dizia que “primeiro vem Deus, segundo a família, e terceiro, o trabalho”. Renzo contou que antes de assumir como prefeito pela primeira vez, José Braz já desejava retribuir para a cidade o que recebeu dela.

“Uma perda muito pesada para nossa família, estamos muitos tristes, mas felizes pelo legado que ele deixou para mim e para a população de Muriaé”, disse.

Apesar da presença na política, a família se destaca também no ramo empresarial.

José Braz foi o fundador do Grupo Líder. No site oficial da empresa, a informação é que o conglomerado de empresas foi fundado em Muriaé em 1957 por meio de uma parceria com a Cooperativa dos Produtores de Leite da cidade. Naquele ano, fundou o Rodoviário Líder, primeira empresa do grupo.

Dez anos depois da fundação, Braz abriu sua primeira concessionária, da Chevrolet, em Muriaé. Atualmente, conta com 70 concessionárias também da Fiat, Ford, Honda Motos, Hyundai, Toyota, Volkswagen e Jeep, a última incorporada ao grupo, segundo o site do grupo empresarial.

Hoje, o grupo trabalha também com locação de veículos e máquinas, consórcios, seguros e carros por assinatura, em Minas, Rio de Janeiro e Espirito Santo, com 1,5 milhão de clientes atendidos e 2,8 mil funcionários.

Fonte: BNews

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 + 20 =

Botão Voltar ao topo