DestaqueNotíciasPolícia

Amargosa: família cobra laudo sobre morte de adolescente diagnosticado com dengue hemorrágica

Morto no último dia 1º de abril, no Hospital Regional de Santo Antônio de Jesus, o morador de Amargosa, Leandro Moura de Jesus, 15 anos, foi diagnosticado como vítima de dengue hemorrágica, mas a família questiona. A cunhada do jovem, Maria de Lourdes de Jesus, concedeu entrevista ao site Bahia Notícias e disse existir uma informação contraditória. “Lá [em Santo Antonio de Jesus] eles assinaram o laudo como dengue hemorrágica e a secretaria do município pediu que tirasse uma mostra do sangue dele e mandasse para o Lacen em Salvador. Essa amostra quando saiu não deu dengue hemorrágica, deu ‘reagente a rubéola’. Quer dizer, eles dizem uma coisa, o hospital diz outra”, protestou.

Maria de Lourdes contou que desde o início houve conflito de diagnósticos. Segundo ela, em Amargosa o primeiro médico afirmou que seria dengue, ainda no dia 30 de março. Em Santo Antônio de Jesus, o profissional duvidou de dengue, o que só teria sido confirmado momentos antes da morte do adolescente, continuou a cunhada da vítima.

A família alega ter ido ao Ministério Público para conseguir o laudo sobre a morte de Leandro, mas o hospital ainda não concedeu. Maria de Lourdes reclamou ainda de um antibiótico, que teria piorado o estado de saúde do cunhado, e a falta de transferência do jovem para um leito em Salvador.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo