BrasilCOVID-19DestaqueNotíciasSaúde

2ª aplicação da vacina AstraZeneca tem reações menores que a primeira

"A AstraZeneca tem um percentual maior de reações leves e moderadas na primeira dose e isso cai bastante na segunda", afirma o presidente do comitê científico da Sociedade Brasileira de Imunologia (SBI), João Viola

A primeira dose da vacina da AstraZeneca/Oxford contra a Covid-19, fez com que algumas pessoas relatassem reações ao imunizantes, produzindo sintomas como febre, dor de cabeça e dor no corpo. Entretanto, de acordo com o comitê científico da Sociedade Brasileira de Imunologia (SBI), na aplicação da segunda dose, o índice de reações diminui.

“A AstraZeneca tem um percentual maior de reações leves e moderadas na primeira dose e isso cai bastante na segunda. Na primeira dose, as pessoas relatam dor no local e isso é comum, passa com 24h, 48h. E tem também quem não tem reação alguma. Consideramos isso como efeitos adversos leves, sem muitas consequências. Apesar das reações, é importante tomar a vacina”, diz o presidente do comitê científico da Sociedade Brasileira de Imunologia (SBI), João Viola.

A bula do imunizante relata que os efeitos colaterais são menores na segunda aplicação. Viola destacou que os benefícios oferecidos pela vacina são superiores aos possíveis desconfortos.

Fonte: Tribuna da Bahia

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

9 + 3 =

Botão Voltar ao topo